Acne na adolescência é algo muito comum e, mesmo assim, já incomoda demais o jovem com o rosto cheio de cravos e espinhas. Além do aspecto doloroso do problema, ainda existe o constrangimento de exibir a pele acneica aonde quer que vá. Mas imagina se a face repleta de comedões e espinhas inflamadas surgir em um rosto mais maduro! Sim, estamos falando da acne adulta, um problema que pode fazer qualquer pessoa — por mais responsável que ela seja — desejar faltar a uma reunião de trabalho para evitar tantos olhares inevitáveis.

Se você se viu nessa situação, saiba que 40% das pessoas apresentam a acne adulta, principalmente as mulheres — mas não apenas elas, os homens também são alvo do problema, sobretudo por causa do ato de fazer a barba somado ao hábito de se alimentar em fast foods, sempre com comidas muito gordurosas pela correria do dia a dia.

Quando acontece na fase adulta, o problema pode ser uma acne que não desaparece após a adolescência, ou pode iniciar na idade adulta mesmo, por volta dos 21 a 25 anos e pode permanecer até por volta dos 50 anos.

Neste post, vamos mostrar os principais motivos que causam a acne em adultos e em seguida uma lista com várias dicas tanto para tratar, quanto para prevenir que a acne adulta apareça. Aproveite cada detalhe do post e evite se atrasar para um compromisso tentando esconder uma espinha!

Principais causas da acne adulta

acne adulta

Foto: divulgação

Antes de ir aos motivos propriamente ditos, convém dizer que a acne é o termo que serve para designar as espinhas e os cravos. Embora aparentem ser diferentes, basta um cravo inflamar para ele ficar igualzinho a uma espinha, certo?

Agora, vamos às causas da acne adulta!

Genética

Uma pesquisa feita pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) descobriu uma causa genética para a alta incidência da acne adulta nas mulheres.

Liderado pelo dermatologista Marco Rocha, o estudo observou determinados receptores presentes nas células da pele de mulheres com e sem acne. Os pesquisadores descobriram que os receptores se ligam à bactéria que é responsável pela inflamação da acne — o receptor “toll” estão mais presentes em mulheres com acne.

O estudo descobriu que aproximadamente dois terços das voluntárias não possuía problemas hormonais — algo que, em geral, explica a acne adulta, mas como vimos, esse não é o caso.

Hormônios masculinos

Outra descoberta do estudo foi que as glândulas sebáceas das mulheres com acne produziam certos hormônios masculinos dentro de si mesmas (hiperandrogenismo), elevando a produção de oleosidade e, assim, as chances do surgimento dos cravos e espinhas. Isso acontece principalmente próximo à menstruação.

O estudo ainda revelou que aos 25 anos ela não costuma ser muito grave, mas apresenta mais risco de virar algo crônico. Essa também seria uma explicação para o aparecimento da acne em homens adultos.

Obstrução dos ductos foliculares

As células mortas (hiperqueratinizadas) se unem ao sebo formando uma espécie de rolha córnea, causando os cravos ou comedões. Nas mulheres, a obstrução costuma ocorrer com o uso de maquiagem ou cremes hidratantes conhecidos como comedogênicos, que entopem, literalmente o poro. Já nos homens, os pelos encravados (de tanto fazer a barba), propicia o aparecimento dos comedões.

Estresse

Níveis elevados de estresse fazem o organismo liberar substâncias como o cortisol que favorecem as inflamações, aumentando, inclusive a produção de sebo e pus.

Exposição à luz ultravioleta

Expor-se ao sol nos horários com excesso de luz UV favorece o aparecimento de acne. Quem nunca voltou de uma temporada na praia com pelo menos uma espinha no rosto?

Carboidratos

Abusar nos carboidratos de alto índice glicêmico (os refinados, como açúcar, pão, macarrão e arroz brancos), batata, suco de laranja e de uva, pode piorar a acne já instalada ou em quem tem tendência.

Isso porque, a alta glicemia tem como consequência imediata a alta produção de insulina. O hiperinsulinismo aliado à presença de síndrome dos ovários policísticos aumenta a resistência das células à insulina. Com isso, o aparecimento da acne é favorecido. Se nessas mulheres o colesterol “ruim” (LDL) estiver alto, o problema com a acne é ainda maior.

Bactéria Propionibacterium acnes

Como mencionado em ‘genética’, a presença dessas bactérias piora o aparecimento ou agravamento da acne. A P. acnes altera a composição do sebo que se torna irritante para a parede do folículo. Com o agravamento da inflamação ocorre a formação de pus, que caracteriza a acne infeccionada.

Excesso de testosterona

O aumento do hormônio testosterona, algo comum em situações como menstruação, gestação, menopausa, andropausa e também em momentos estressantes.

Tabagismo

A nicotina presente no cigarro entra na corrente sanguínea causando obstrução das glândulas sebáceas causando inflamações que agravam a acne adulta.

Falta de sono

Não dormir adequadamente impede que o corpo elimine toxinas, também causadoras de inflamações em geral.

Cosméticos

Usar cosméticos inadequados, como os não testados ou de baixa qualidade podem aumentar a oleosidade da pele.

Dicas para evitar e tratar a acne

acne adulta 683x1024 - Acne adulta: descubra o que causa e como evitar!

Foto: Unsplash

Como evitar a acne?

O cuidado diário de limpeza da pele é imprescindível para evitar a acne. Por isso, é necessário lavar o rosto pelo menos duas vezes ao dia com sabonetes específicos, e finalizar com um adstringente (para fechar os poros), um hidratante e soluções tópicas indicadas pelo dermatologista, produtos secativos para as lesões, além de usar protetor solar livre de óleo. Sempre retire a maquiagem antes de dormir para não obstruir os poros.

Para os homens, a hora de fazer a barba não deve ser negligenciada. Utilize produtos próprios para essa finalidade e um bom adstringente pós-barba. Essas atitudes evitam irritações que facilitam o crescimento de bactérias e o entupimento dos poros.

A alimentação saudável também é importante fator de prevenção. Por isso, prefira carboidratos integrais, invista nos vegetais, sobretudo os ricos em vitamina A (como cenoura, abóbora e vegetais verdes escuros) e evite alimentos gordurosos como abusar nas sementes oleaginosas, no chocolate e em outros alimentos gordurosos.

Por fim, se os momentos de estresse do dia a dia não puderem ser evitados, encontre atividades de lazer prazerosas como assistir seus seriados e filmes preferidos!

Como tratar a acne?

Para o tratamento da acne, o dermatologista poderá prescrever produtos como:

  • ácido retinoico;
  • ácido azelaico;
  • peróxido de benzoíla;
  • extrato de chá verde;
  • zinco;
  • enxofre;
  • acido salicílico;
  • pílulas contraceptivas;
  • espironolactona;
  • acetato de ciproterona;
  • antibióticos de uso oral;
  • isotretinoína.

Mas é fundamental que tais produtos sejam usados apenas com prescrição médica, pois cada caso pode requerer um tratamento diferente, com o uso de um produto ou uma combinação deles.

Agora que você já sabe o que é, como tratar e prevenir a acne adulta leia um post que tem tudo a ver com uma forma de evitá-la: Melhores exercícios para a redução do estresse.