O frio chegou e você quer saborear alguns pratos da época, não é? E que tal algumas dicas para harmonizar vinho com suas comidas favoritas? Pois bem, a bebida é perfeita para essa estação, e favorece a curtição desse clima com uma bela refeição. Fazer a harmonização perfeita entre vinho e comida, exige conhecer antes, cada um!

O vinho é uma bebida singular e ao mesmo tempo plural. Singular porque é milenar, dotada de propriedades benéficas à saúde e complexa em sua fabricação. Plural porque sempre há uma boa garrafa para cada gosto e ideal para acompanhar o seu prato preferido.

Além de muitas regras básicas para não errar na hora de harmonizar vinho e comidas de inverno, há muitas exceções. Por isso, conheça tudo neste artigo e mergulhe fundo na combinação de pratos e vinhos!

Saiba como harmonizar vinho e pratos, dos tintos e salgados aos fortificados e doces

Quando o assunto é vinho, você deve considerar algumas orientações básicas que mantém a harmonização entre vinhos e pratos, equilibrada. Mas saiba que também é possível sair dos padrões e não se render a mitos.

Como harmonizar vinho tinto

Harmonizar vinho tinto e queijo
Imagem: Unplash

Vinhos tintos têm maiores concentrações de taninos, elementos presentes na casca do vinho, que dão o toque adstringente a ele. Quando você sente a boca seca, é sinal de que o vinho é carregado em taninos.

Essa característica peculiar de tintos, se dá especialmente em vinhos de uva Cabernet Sauvignon e Malbec. Bebidas com essas uvas tem corpo denso, aromas complexos e sabor prolongado.

Já as uvas Carménère, Syrah, e Tannat têm corpo equilibrado e sabor aveludado, com menores índices de tanino. O que pede alimentos de personalidade mais similar a eles.

No geral, vinhos tintos harmonizam muito bem com carnes vermelhas, massas com molhos vermelhos e queijos bastante maturados. Quanto mais acentuado e carregado em taninos for o vinho tinto, mais marcante e encorpada deve ser a comida também.

Confira os pratos que harmonizam com vinho tinto:

  • carne vermelha assada ou grelhada — picanha, contrafilé, fraldinha;
  • fondue de carne vermelha com pães e queijo;
  • queijos parmesão, gouda defumado, cheddar;
  • estrogonofe.

Como harmonizar vinho branco

Harmonizar vinho branco e comida
Fonte: Unplash

Vinhos brancos tem baixa quantidade de taninos, porém são mais ácidos e frutados, o que lhes confere uma boa gama de pratos para harmonizar. Eles são como um coringa: há rótulos mais suaves e outros complexos, que acompanham desde peixes até carnes vermelhas em alguns casos.

Para não errar na hora de harmonizar vinho branco com pratos de inverno encorpados, invista nas uvas Chardonnay e Riesling. Já para alimentações mais suaves, vá de Sauvignon Blanc ou Gewurztraminer.

Confira os pratos que harmonizam com vinho branco:

  • massas recheadas com queijo, com molhos pouco condimentados;
  • carne vermelha magra, como cordeiro ou filé mignon;
  • carne branca grelhada, como peixe, coelho e frango;
  • risoto de camarão;
  • paella.

Como harmonizar vinho rosé

Harmonizar vinho rosé e comida
Imagem: Flickr

O vinho rosé ainda carrega a fama de que é doce e mais apreciado por mulheres, por ter um sabor suave. Esse é um mito e o seu paladar desmistificará essa história quando você provar vinhos dessa categoria com os alimentos ideais.

O processo de fabricação do rosé retira as cascas das uvas pouco depois do momento em que o líquido que se transformará em vinho, se forma. Dessa forma, essa bebida é equilibrada em acidez e taninos.

Esse toque de vinhos rosés e seu sabor refrescante os fazem ótimos para acompanhar aperitivos e entradas. O vinho rosé pode ser feito tanto com uma só uva ou com várias, o que expande seus sabores por reunir diferentes tipos de uvas para formar uma bebida única.

Confira os pratos que harmonizam com vinho rosé:

  • carne vermelha com pouca gordura, como filé mignon;
  • salmão ao molho branco ou outro suave;
  • frango assado e temperado com ervas;
  • comida japonesa;
  • frutos do mar;
  • ratatouille.

Como harmonizar espumantes

Harmonizar vinho espumante e comida
Imagem: Flickr

Espumantes são perfeitos em comemorações, já que trazem o espírito de renovação e festa. Mas, quem disse que eles não podem ser ótimos companheiros para pratos degustados no inverno?

Tidos como coringas também na harmonização entre comidas e vinhos, as champanhes, espumantes secos ou suaves e proseccos têm seu espaço em vários cardápios de inverno. Vale saber que esse tipo de vinho é feito com uma combinação entre várias uvas, então, dificilmente você verá o nome de uma só uva no rótulo, quando for comprar sua garrafa.

Para harmonizar vinho espumante com pratos, preste atenção às seguintes características: aroma e sabor frutado, e nível de bolhas. Quanto maiores forem essas qualidades, mais encorpado deverá ser o prato.

Veja os pratos que harmonizam com vinho espumante:

  • peixes ao molho ou grelhados;
  • queijo de cabra e fetta;
  • camarão na moranga;
  • frutos-do-mar;
  • carpacccio.

Como harmonizar vinhos doces e fortificados

Harmonizar vinho do porto e comida
Imagem: Flickr

Essa categoria de vinhos sempre fica em último na hora de harmonizar vinho com comida. Isso porque eles são voltados às sobremesas e queijos no término das refeições.

Os vinhos doces são chamados assim pois são fabricados com uvas maduras, o que as confere muita frutose — açúcar natural das frutas. Já os vinhos fortificados recebem esse nome, pois, durante sua fabricação, recebem doses controladas de álcool. Assim, eles têm longa duração sem perder suas características e ficam com sabor altamente concentrado.

Alguns dos exemplos de vinhos dessa ordem são o Vinho do Porto, Tawny, Late Harvest e Xerez. Se você é fã de doces, precisa experimentar uma taça de algum deles enquanto come sua sobremesa.

Além disso, eles também harmonizam perfeitamente com queijos do tipo azul, que são muito salgados e têm sabor prolongado, por causa dos fungos. Esse contraste da bebida doce com o salgado da comida é perfeito e equilibra os sabores de cada um.

Confira os pratos que harmonizam com vinhos doces e fortificados:

  • queijos azuis como gorgonzola, roquefort, stilton;
  • mousse de chocolate;
  • bolo de maçã;
  • creme brulée;
  • tiramissu;
  • trufas.

Vale também reforçar que você deve seguir sempre as regras básicas de harmonização, para evitar que os sabores dos vinhos e dos pratos se “desencontrem”. Conforme você apurar o seu paladar, será mais fácil e intuitivo saber qual é o melhor vinho para o seu cardápio do dia, seja no inverno, verão, outono ou primavera.

Ainda, se for harmonizar vinho de diferentes tipos em uma refeição longa, sempre comece pelos mais suaves e termine com os complexos. A comida também deve seguir essa premissa!

E você, vai curtir o seu inverno com qual vinho e prato? Comente abaixo e compartilha com a gente!