É normal os dentes ficarem amarelados com o passar do tempo, principalmente em razão de pigmentos que ingerimos ao longo da vida. Mas o clareamento dental veio para promover a todos dentes branquinhos. Você sabe o que é este procedimento e como funciona? Então, acompanhe!

clareamentodental - Clareamento dental: veja o que você precisa saber
O dentista é quem pode recomendar qual o melhor dos tipos de clareamento dental

O clareamento dental é uma limpeza da estrutura do dente. A técnica visa reduzir o amarelado comum à dentição. E funciona da seguinte forma: por meio da ação dos radicais livres, como oxigênio, é provocada a oxidação dos pigmentos orgânicos.

Agindo na oxidação de proteínas e aminoácidos, o procedimento promove a possibilidade do clareamento da estrutura mineral do dente. Cabe mencionar que o clareamento pode resultar em um dente um pouco mais sensível, mas não poroso ou enfraquecido.

Isso acontece porque os poros ficam abertos para que o gel clareador libere as moléculas de pigmento que estavam impedindo a luz de passar. Entretanto, com o clareamento dental não há a corrosão do esmalte do dente. E essa sensibilidade tende a diminuir após o tratamento.

Antes de tomar a decisão de fazer clareamento dental, fique por dentro de algumas informações importantes para lhe dar mais confiança na hora de adotar:

Quem pode fazer clareamento dental

Esse tratamento não é recomendável para menores de 16 anos, gestantes e mulheres que estão amamentando. Há restrições também para pessoas que têm manchas nos dentes causadas pelo uso de tetraciclina ou ainda para aquelas que sofrem de sensibilidade nos dentes.

Além disso, é importante salientar que o resultado não é efetivo em quem tem muitas restaurações. Isso porque os agentes clareadores não funcionam sobre a resina usada nas restaurações.

Outro aspecto que deve-se levar em conta diz respeito a quem respira pela boca. Nesse caso, deve-se procurar um especialista antes de iniciar o tratamento de clareamento dos dentes. É que esse hábito faz com que a boca fique mais seca, provocando manchas nos dentes.

Tipos de clareamento dental

Há três tipos de clareamento dental. A decisão de qual adotar vai depender do diagnóstico, do tempo a ser despendido e do investimento que o paciente esteja disposto a fazer. Mas é o dentista quem pode recomendar qual o melhor dos procedimentos: caseiro, profissional ou a laser.

O clareamento dental caseiro envolve o uso de um kit com gel de concentração mais fraco, para aplicar em uma moldeira de acetato feita pelo próprio dentista para o paciente usar em casa. Exige boa dose de paciência. São três semanas usando o material todos os dias, em um procedimento que pode durar entre 30 minutos e 8 horas.

Já o clareamento a laser é feito no consultório odontológico e é a maneira mais eficaz e mais rápida. No entanto, é a alternativa mais cara e pode deixar os dentes um pouco mais sensíveis.

O clareamento profissional envolve um tratamento com o dentista, que vai usar produtos mais concentrados, o que resultará em um efeito mais rápido. Pode envolver o uso de produtos específicos, peróxidos mais fortes e luz pulsante.

Resultado mais rápido

Cabe dizer que o gel utilizado no consultório é mais concentrado, por isso oferece um resultado mais rápido. No entanto, quando o tratamento é feito em casa, pode ficar mais tempo em contato com o produto e acaba deixando-o mais branco por mais tempo.

Diante isso, o ideal é mesclar os dois procedimentos, realizando as sessões no consultório e usando a moldeira em casa. Vale o alerta de que o tratamento caseiro pode ser indicado apenas pelo cirurgião-dentista.

clareamentodental2 - Clareamento dental: veja o que você precisa saber
Clareamento dental: eficácia do produto varia de paciente para paciente

Preço médio do clareamento dental

Não há uma tabela que fixe o valor de um processo de clareamento mental, podendo variar de região para região, de profissional para profissional.

Entretanto, o preço médio pode variar de R$ 800 a R$ 3 mil, dependendo muito da relação paciente-dentista e localização do profissional. Vale sempre fazer uma consulta e pedir um orçamento com dois ou três profissionais. É interessante pedir recomendação de profissionais de confiança com amigos e parentes.

Tempo do procedimento

O tempo do tratamento depende do tipo de clareamento dental. Na técnica com uso de moldeira, por exemplo, a aplicação precisa ser feita pelo paciente de uma a duas horas por dia, durante 30 dias em média.

Quando o clareamento dental é feito pelo dentista, pode levar até 50 minutos. Nesse caso, serão necessárias, em média, de duas a três sessões, com intervalos de uma semana entre os procedimentos.

Atenção às soluções caseiras

Não é recomendável fazer clareamento sem orientação de um profissional. Afinal, é necessário levar em consideração o tempo de aplicação e verificar se vai ocorrer sensibilidade.

Além disso, a eficácia do produto varia de paciente para paciente. Outro aspecto relevante diz respeito às soluções caseiras difundidas pela internet, por exemplo, que podem danificar seriamente os dentes.

Bicarbonato de sódio, pasta de morango e vinagre são alguns dos ingredientes propostos por essas soluções mágicas. Fuja destas receitas não indicadas por serem abrasivas.

Alimentos e hábitos proibidos durante o clareamento dental

Durante o clareamento dental, os dentes ficam mais permeáveis. Por isso, é importante evitar bebidas à base de cola ou mate, café, chocolate, beterraba e suco de uva. Já que a chance dos dentes absorverem os pigmentos desses alimentos é grande.

Mas se o paciente desejar um efeito mais duradouro para o clareamento dental, deve evitar, mesmo após o término do procedimento, a ingestão desses alimentos e bebidas. É recomendado também evitar fumar, uma vez que os cigarros podem causar manchas nos dentes.

Duração do efeito do clareamento dental

O clareamento dental pode durar entre dois e cinco anos. Porém, esse resultado dependerá dos cuidados que o paciente tomar. É importante manter a atenção com a alimentação e usar um canudo para tomar algumas bebidas. Além disso, é importantíssimo fazer uma boa higiene bucal e visitar regularmente o dentista.

Outro aliado para prolongar o efeito dos dentes branquinhos é ingerir alimentos que ajudam a reduzir as bactérias na boca e manter os dentes limpos, como peras, maçãs, aipo, cenoura, couve-flor e pepino.

Se você gostou desse conteúdo e da relevância das informações, compartilhe com seus seguidores e garanta muitos likes e compartilhamentos em suas redes sociais!

Banner Superior Desktop 1 - Clareamento dental: veja o que você precisa saber