Quem nunca se desesperou ao perder um documento importante por não ter feito um backup de segurança? Com tantas pessoas trabalhando em casa em seus home office, é importante entender os principais procedimentos relacionados ao backup remoto de dados.

A pandemia do Covid-19 fez com que milhões de pessoas começassem a trabalhar em casa pela primeira vez.  Entender o que é e como funciona um backup tornou-se vital para a segurança dos dados e para todo tipo de trabalho, seja remoto ou não. Além disso, neste momento de grandes mudanças, há um enorme valor para quem trabalha e precisa fazer uso de ferramentas cada vez mais inteligentes.   

A crise atual fez com que muitas empresas mudassem completamente a forma como operam. Colaboradores que antes não trabalhavam em casa, de repente, começaram a trabalhar em tempo integral. O fluxo resultante de dados criados remotamente acabou estimulando a necessidade de organizar backups mais adequados.

A forma de trabalho virtual hoje em dia mudou para sempre o cenário mundial e, no mínimo, haverá mais pessoas trabalhando remotamente do que antes do início do Covid-19. Portanto, é importante certificar-se de que você entende das especificidades e diferenças entre os tipos de backups.

Este artigo o ajudará a proteger o seu ambiente de trabalho remoto explicando tudo sobre backup.

pexelsphoto1181354 - Entenda o que é backup e como ele pode te salvar

O que é um backup, afinal?

O backup, nada mais é do que um dispositivo de armazenamento. Esses dispositivos abrangem uma ampla gama de ferramentas. Mas para nosso propósito principal, o dispositivo de backup remoto é o mais relevante de todos. Esse tipo de dispositivo faz backups de dados que se encontra fora de data centers tradicionais.

Os dispositivos de backups remoto de dados são úteis para recuperação de desastres e para as empresas que exigem muita segurança de colaboradores domésticos. Assim, é importante usar recursos de segurança adequados, como criptografia, bem como recursos de gerenciamento mais sólidos.

pexelsphoto546819 - Entenda o que é backup e como ele pode te salvar

Outros tipos de dispositivos de armazenamento de backup incluem sistemas baseados em disco, dispositivos integrados e produtos baseados em nuvem.

Tipos de backup

Existem muitos tipos de backups, mas vamos elencar os principais:

Backup fora do local

Embora o backup de dados fora do local inclua backups em outros servidores, nos concentraremos em plataformas baseadas em nuvem porque são a melhor opção para um ambiente de trabalho remoto. Com o backup na nuvem, uma cópia de dados é transmitida de uma rede para um servidor externo. Uma empresa pode basicamente recuperar esse backup de qualquer lugar.

Esse tipo de proteção segue uma regra chamada 3-2-1. Significa que uma empresa deve ter três cópias dos dados em duas mídias diferentes, com uma cópia fora do local. Embora o backup no local possa oferecer um tempo de recuperação mais rápido, não é tão viável com colaboradores que trabalham em casa.

Backup de dados online

O backup online é essencialmente um backup na nuvem, já que o site do provedor de serviços quase sempre é algum tipo de prestador de serviço em nuvem. As vantagens incluem a facilidade de uso, permite que escritórios remotos e filiais se integrem, sem suporte de TI no local, façam backup de maneira confiável, entre outras.

O custo pode ser relativo, dependendo de quanto tempo uma empresa armazena dados. A capacidade de recuperação geralmente é um processo direto, mas pode demorar um pouco, especialmente se envolver uma grande quantidade de dados.

Acesso remoto

O acesso remoto permite que um trabalhador possa recuperar informações em uma rede – um processo especialmente importante em um ambiente de escritório doméstico. Ele aumenta a produtividade e a colaboração. As empresas, porém, devem se certificar de que a segurança seja rigorosa e que todos os funcionários possam fazer login ao mesmo tempo.

Área de trabalho remoto

A área de trabalho remoto permite que se conecte a um computador que está em um local diferente. Você pode ver a área de trabalho desse computador e usá-la. Um grande benefício é acessar um desktop em casa. Os fornecedores que oferecem a função de desktop remoto incluem programas da Microsoft e TeamViewer.

Escritório remoto 

O escritório remoto, muitas vezes referido como robô, é um local de negócios que fica longe da sede de uma empresa. Embora uma filial possa ter vários funcionários e fornecer um ambiente de escritório típico, uma configuração de home office pode também constituir-se em um escritório remoto. Como resultado, a proteção de dados pode não ser tão ideal.

Um escritório remoto normalmente não teria uma equipe dedicada de backup e recuperação de prontidão. Portanto, é responsabilidade da empresa ter um backup remoto de dados, por exemplo, por meio de um serviço em nuvem, para que seus serviços sejam protegidos.

Por que os backups são importantes?

Todos que armazenam dados em um dispositivo, sejam bancos de dados e arquivos, registros, ou até mesmo fotos simples, devem fazer os backups de uma forma ou de outra. No entanto, as empresas, grandes e pequenas, geralmente são as que têm mais a perder quando se trata de perda de dados. Isso geralmente resulta em consequências que podem afetar a produção e os serviços.

Hoje, os dados de uma empresa agora são considerados um de seus ativos mais valiosos, portanto, deve fazer sentido fazer todo o possível para protegê-los. Assim como o proprietário de uma empresa paga por seguros, para proteger seus ativos físicos, um backup atua como “seguro” contra incidentes de perda de dados. Assim, o backup garante que os dados sejam facilmente recuperáveis ​​e as operações não sejam tão afetadas.

Com que frequência se deve fazer backup?

Uma das etapas mais importantes na criação de um plano de backups eficazes é descobrir com que frequência é necessário fazer backups. O ideal é que você faça backups de seus dados com a frequência que seus recursos e necessidades permitirem. Embora muita gente possa se contentar com um backup diário, aquelas que lidam com dados em constante mudança, como organizações financeiras, devem fazer backups com ainda mais frequência, às vezes, até vários ao dia.

pexelsphoto5054208 - Entenda o que é backup e como ele pode te salvar

A importância dos dados seguros deve ditar a frequência com que os backups são feitos. Empresas com recursos mais limitados devem priorizar o backup de seus arquivos mais importantes, como bancos de dados. Os dados não essenciais e os arquivos pessoais de usuários podem ser copiados com menor frequência.

Quais são os métodos usados ​​para backup de dados?

Não existe um método único mais eficaz para fazer backups de dados, pois cada método tem seu próprio conjunto exclusivo de vantagens e desvantagens.

Dispositivos externos, como drives USB e discos rígidos externos são, muitas vezes, a maneira mais barata e simples de cópia de segurança de dados. Eles são fáceis de usar, transportáveis, são relativamente rápidos ao fazer backups de pequenas quantidades de dados e fornecem uma ampla quantidade de espaço de armazenamento.

Eles também funcionam offline, o que significa que estão isolados de possíveis ataques vindos da Internet. No entanto, os dispositivos externos também podem ser danificados, perdidos ou roubados. Por exemplo, um incêndio em um escritório pode queimar discos rígidos externos que armazenam informações vitais necessárias. Sem outro backup, esses dados são essencialmente perdidos.

Outro método de backups de dados é armazená-los, como já dissemos, na nuvem. Esse método oferece várias vantagens: por exemplo, não usa um dispositivo físico; portanto, os dados armazenados na nuvem são protegidos contra qualquer perda física.

O backup na nuvem também é automatizado, o que significa que, enquanto o dispositivo ou computador que armazena os dados originais estiverem conectados à internet, ele sincronizará os arquivos de forma contínua e automática com a nuvem, economizando tempo e recursos. Além disso, muitos provedores de nuvem hoje usam tecnologia criptografada de dados para aumentar a segurança.

Entre algumas desvantagens, o backup na nuvem pode levar mais tempo, já que a velocidade do backup é limitada pela largura de banda do usuário que está fazendo o backup. Além disso, por estarem conectadas à internet, as soluções de armazenamento baseadas em nuvem podem ser afetadas por ataques que visam o provedor de serviços.

Dadas as vantagens e desvantagens de cada método, é claro por que uma estratégia de backups combinada (tal como a regra 3-2-1) é importante. 

Um grande número de incidentes de perda de dados pode ser evitado, ou pelo menos mitigado, pelo backup adequado. É um aspecto da segurança que todo mundo hoje deve priorizar devido à importância dos dados em suas operações.

E você, o que acha da importância da segurança em dados? Não deixe de ler Privacidade online: 10 dicas para proteger seus dados!