Com certeza você já deve ter ouvido falar que dinheiro não traz felicidade, mas sabemos que não é bem assim que funciona. Algumas coisas que podem ser pagas com ele, nos deixam, sim, mais felizes. Porém, o que pesquisadores de Oxford e Yale descobriram é surpreendente! Segundo dados, os exercícios físicos podem trazer a mesma alegria  que uma conta bancária recheada. Sim, exercício e felicidade são grandes parceiros.

A busca pelo dinheiro e segurança é um dos maiores objetivos das pessoas na atualidade, certo? Com uma rotina lotada de estudo, trabalho e até mesmo cuidados com a casa, é comum que os exercícios físicos sejam deixados de lado.

Entretanto, o que poucas pessoas sabem é que exercício e felicidade andam juntos. Por isso, fazer atividades físicas de maneira rotineira é o ideal tanto para manter a saúde em dia quanto para ser mais feliz.

Isso porque, segundo pesquisas recentes, os efeitos de exercícios físicos podem melhorar não apenas a saúde, mas o nível de felicidade de um indivíduo.

Para que você possa entender melhor a pesquisa e compreenda os efeitos dos exercícios físicos no cérebro humano, acompanhe!

Exercício e felicidade: por que praticar atividades físicas vai mudar sua vida para melhor?

exercicio e felicidade pode fazer mai feliz que dinheiro - Exercício e felicidade: ciência comprova que exercícios te fazem tão feliz quanto dinheiro

Quer entender por que exercícios físicos trazem mais felicidade que dinheiro? Leia o texto a seguir.

Exercícios físicos: arma contra a depressão

Estudiosos da universidade de Yale e Oxford fizeram um teste surpreendente. Em uma entrevista feita a mais de 1,2 milhões de americanos, foi possível comprovar que exercício e felicidade são grandes parceiros.

O teste funcionava de maneira simples, com perguntas e respostas. Os pesquisadores perguntaram ao grupo de norte-americanos: “Quantas vezes você se sentiu mal nos últimos trinta dias?”.

Segundo dados, pessoas que se exercitavam com frequência tinham uma incidência de 43% a menos em doenças mentais do que aqueles que eram sedentários. Sem contar que não foi definido um exercício físico específico. Ou seja, independentemente do estilo de exercício feito pelo indivíduo, a melhora da saúde mental era impressionante.

Por fim, os estudiosos chegaram à conclusão: pessoas com um estilo de vida saudável tinham o mesmo nível de bem-estar do que aqueles que ganhavam até vinte e cinco mil dólares a mais por ano. 

Ao final da pesquisa, os estudiosos perceberam: pessoas que não se exercitam se sentem mal em média 53 dias ao ano. Por outro lado, aquelas que levam uma vida mais ativa sentem mal-estar apenas 35 dias dentro de um ano.

Além disso, é comprovado cientificamente que os exercícios físicos podem combater depressão e estresse. Por isso, pessoas que estão em tratamento de transtornos mentais podem usar as atividades físicas como complemento do medicamento.

Efeito dos exercícios físicos no cérebro

exercícios e felicidade - Exercício e felicidade: ciência comprova que exercícios te fazem tão feliz quanto dinheiro

Para que você possa entender como exercício e felicidade estão sempre juntos, veja os efeitos de atividades físicas no cérebro:

Ao fazer atividades físicas, seu corpo começa um processo de síntese de neurotransmissores e hormônios muito importantes para o bem-estar. Entre eles estão: dopamina, serotonina, endorfina, glutamato e GABA. Estas substâncias são as responsáveis pelo humor de uma pessoa.

Por isso, praticar atividades físicas todos os dias fazem com que seu cérebro fique (literalmente) mais feliz. Mas não é só esta a vantagem de se exercitar. Com as atividades regulares, você tem a chance de normalizar a sua resistência à insulina.

Recentemente, pesquisas feitas pela universidade de Fisiologia de Estocolmo fizeram outra descoberta. Segundo estudos, ao entrar em movimento por meio das atividades físicas, os músculos conseguem eliminar toxinas e elementos químicos produzidos pelo estresse.

Desta maneira, a depressão pode ser prevenida e a saúde mantida em dia. Mais uma vez, a ciência prova que exercício e felicidade são grandes aliados.

Outra questão interessante é que as atividades físicas promovem o chamado “estresse bom” no organismo. Ele é assim chamado porque os músculos ficam fadigados. Com os músculos cansados, o corpo produz enzimas que diminuem a ativação do cortisol, hormônio presente em pessoas com nível de estresse muito alto.

Exercícios físicos e socialização

esporte e felicidade - Exercício e felicidade: ciência comprova que exercícios te fazem tão feliz quanto dinheiro

Além de todas as vantagens para o cérebro, as atividades físicas também podem ser extremamente importantes para a socialização.

Um dos pilares de melhora de bem-estar que as atividades físicas promovem é a convivência com outras pessoas. Isso é observado, principalmente, em esportes coletivos e atividades físicas em grupo onde é possível perceber uma melhora na comunicação e na alegria dos participantes.

Com uma sociedade altamente tomada por redes sociais e individualismo, fazer atividades em grupo é uma forma de trazer alívio psicológico. E não adianta contrariar, não há nenhum dinheiro no mundo que pague o convívio com outras pessoas. As risadas, a ajuda mútua e a interação de um grupo são extremamente construtivas.

Além disso, novas pesquisas feitas nos Estados Unidos mostram que estudantes que se exercitam possuem um aproveitamento escolar muito maior. Isso se dá ao fato de que a concentração é mais trabalhada, o convívio em sociedade e a capacidade de negociação são desenvolvidos.

Melhora da cognição com exercícios físicos

exercícios e felicidade 2 - Exercício e felicidade: ciência comprova que exercícios te fazem tão feliz quanto dinheiro

Com o envelhecimento, há um declínio no desempenho do sistema nervoso central. Isso é algo natural, mas que pode ser evitado com a prática de exercícios.

Alguns estudos da Universidade de Harvard mostram que pessoas que praticam atividades físicas ao longo da vida tendem a possuir uma memória de longo prazo muito maior. Além disso, têm mais capacidade de planejar e priorizar tarefas.

Assim, os exercícios físicos podem promover uma melhora na função executiva e motora de pessoas idosas. Isso faz com que tenham mais bem-estar e qualidade de vida.

Estilo de vida equilibrado

ciência comprova exercícios te fazem mais feliz que dinheiro - Exercício e felicidade: ciência comprova que exercícios te fazem tão feliz quanto dinheiro

É obvio que ter dinheiro e segurança é algo importante. Porém, é necessário saber levar uma vida mais equilibrada. Levar em conta a própria saúde física e mental não é perda de tempo.  

Lembre-se de que a saúde e o bem estar são pontos muito importantes para poder usufruir de uma vida abundante e cheia de experiências!

Gostou de saber tudo a respeito da relação entre exercício e felicidade? Então não deixe de comentar com sua opinião sobre o assunto.