Chegou o Outubro Rosa, o mês de prevenção do câncer de mama. Muitas ações e entidades públicas e particulares aderem a esse mês com diversas ações e campanhas — todas visando orientar sobre medidas de prevenção e de detecção precoce da doença.

Neste post você poderá conferir tudo o que você ainda não sabe sobre o câncer de mama, sobre como e onde começou o Outubro Rosa, os dados atualizados sobre a doença, particularidades sobre o câncer de mama e, por fim, as formas de prevenir a doença.

Dados históricos sobre o Outubro Rosa

"Susan G. Komen Race for the Cure 2015, em Milwaukee. (Foto: Michael Sears) " Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/viver-bem/comportamento/voce-conhece-historia-outubro-rosa/ Copyright © 2019, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.
Susan G. Komen Race for the Cure 2015, em Milwaukee. (Foto: Michael Sears)
O movimento Outubro  Rosa começou no final do século 20. O nome remete ao laço rosa, lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos que participaram da primeira Corrida pela Cura, ocorrida em Nova York, em 1990.
Em 1997, entidades dos Estados Unidos começaram a criar ações voltadas para a prevenção do câncer de mama. A união do mês escolhido com o laço rosa deu nome àquele que iniciou a tendência de eleger um mês e uma cor para a conscientização de alguma doença.
No Brasil, a primeira iniciativa observada em relação ao mês de conscientização ao câncer de mama foi a deslumbrante visão do Obelisco do Ibirapuera iluminado na cor rosa, em dois de outubro de 2002.

Dados atuais sobre os números do câncer de mama

Outubro Rosa

Você sabia que em 2018, no Brasil, estima-se que 59.700 novos casos de câncer de mama tenham sido registrados? E tem mais!
De acordo com Concord-3 (ALLEMANI, 2018), as estimativas de sobrevida nos cinco anos seguintes à doença eram de 76,9% entre 2005 a 2009 e de 75,2% entre 2010 a 2014 — sim, as chances de sobreviver diminuíram entre esses quatro anos citados. A razão disso? Fatores associados ao (des)conhecimento da doença e à dificuldades de alcance ao diagnóstico precoce e ao tratamento adequado.
Para evitar que casos absolutamente curáveis cheguem aos estágios avançados diversas ações estão sendo implementadas no diagnóstico do câncer de mama nos estágios iniciais.
Portanto, o Outubro Rosa é muito importante para a conscientização sobre a doença. Seja na prevenção como também na execução exames a fim de descobrir o câncer de mama.
Um dos mais emblemáticos e importantes é um exame bem simples. É um autoexame feito pelas próprias mulheres que ajuda na detecção de aproximadamente 80% dos casos de câncer de mama.

Coisas que você ainda não sabe sobre o câncer de mama (algumas impressionantes)

câncer de mama 2 - Outubro Rosa: tudo o que você ainda não sabe sobre o câncer de mama

Amamentar diminui a chance de ter a doença

Durante a amamentação, ocorre uma pausa hormonal (sobretudo no estrógeno, considerado um “alimento” para o câncer). Além disso, ao amamentar, as células mamárias produzem leite, ao mesmo tempo em que se multiplicam menos, reduzindo as chances de desenvolver tumores.

Não ter filhos é um fator de risco

Durante a gestação dos filhos, ocorre a mesma pausa hormonal que acontece na amamentação. Assim, mulheres que tiveram filhos são menos propensas a terem câncer de mama.
Contudo, isso não significa que uma mulher que teve 10 filhos, por exemplo, não possa vir a ter a doença, ela apenas tem menos chances.

Dormir de sutiã não causa câncer de mama

Existe um boato de que a pele dos seios precisa “respirar” e, assim, dormir de sutiã impediria esse respiro, aumentando o risco de câncer de mama. Uma pesquisa da Division of Public Health Sciences, Fred Hutchinson Cancer Research Center, Seattle, Washington, provou não haver diferença no risco de desenvolver a doença entre as mulheres que não dormiam de sutiã e as que dormiam com a peça, mesmo sendo um modelo apertado.
Nesse estudo, ocorrido entre 2000 e 2004 com 469 entre 55 a 74 anos, foram coletados dados sobre o tipo de sutiã, e como eram usados, incluindo tamanho da taça, idade, número médio de horas por dia de uso e a idade das participantes.
Assim, você pode dormir de sutiã tranquilamente, se esse for seu costume.

Usar antitranspirantes não causa a doença

De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não existe, até o momento, dados científicos significativos que relacionem os componentes da fórmula dos antitranspirantes (como os sais de alumínio) com a incidência da doença.

Homens podem ter câncer de mama

Sim, é verdade. Embora raro — apenas 1% dos diagnósticos de câncer de mama acontecem em homens —, existe essa possibilidade, e ela é maior na presença de alguns fatores de risco, como:
  • Idade/envelhecimento.
  • Histórico de câncer de mama em parentes de primeiro grau.
  • Mutação genética hereditária.
  • Descendência Judaica Ashkenazi.
  • Exposição à radioterapia do tórax.

Pílulas anticoncepcionais não aumentam o risco do câncer de mama

Antigamente, nas décadas de 70, 80 e 90, as pílulas anticoncepcionais continham altas doses hormonais. Já as pílulas de hoje têm dosagem hormonal baixa, e pesquisas recentes não demonstram não haver aumento do risco de câncer de mama em mulheres que usam anticoncepcionais hormonais (pílulas, injeção, adesivo transdérmico, entre outros).

Comer carne vermelha em excesso predispõe ao câncer de mama

Não são as carnes processadas ou com muita gordura que fazem mal — é claro que essas são ainda mais prejudiciais. Só o fato de ser carne vermelha, já é um motivo para elevar as chances de a pessoa ter a doença, conforme apontam 15 pesquisas cientificas do Reino Unido. Se você aprecia esse alimento, prefira versões magras, menos processadas e alterne o consumo com peixes e frango magro.

Formas de prevenir o câncer de mama

prevenção de câncer de mama outubro rosa

Há várias maneiras de prevenir o câncer de mama. São exemplos:

Exercitar-se regularmente

Para surtir efeito na prevenção de câncer de mama e diversas outras doenças, é necessário que a prática de exercícios físicos seja feita de modo regular. Ou seja, uma caminhada esporádica não adianta. Exercite-se por pelo menos 30 minutos todos os dias.

Cuidar da alimentação

Evite gorduras e carne vermelha em excesso e invista em alimentos ricos em Beta caroteno, como cenoura, abóbora, manga, melão, couve, ervilha e ovos, pois um estudo do Department of Breast Surgery, First Affiliated Hospital, Zhengzhou University, Zhengzhou, China, provou serem eficazes na prevenção e até no tratamento da doença.
As frutas vermelhas, roxas e o arroz preto contêm o antioxidante antocianina que também é muito eficaz na prevenção de metástase do câncer de mama, segundo pesquisa do Department of Public Health, Chengdu Medical College, Chengdu, Sichuan 610500, P.R. China.
Já outro estudo (Molecular Targeting Unit, Department of Research, AmadeoLab, Fondazione IRCCS Istituto Nazionale dei Tumori, Milan, Italy) demonstrou que o isotiocianato dificulta o crescimento e a progressão do carcinoma de mama e ovário.  Esta pesquisa, apontou que os glicosinolatos anticarcinogênicos são eficazes para prevenir diversos tipos de câncer.
Além dessa substâncias, outras importantes para a prevenção são encontrados em diversos alimentos funcionais. Ambos  são elementos encontrados em couve-flor, repolho e brócolis. Invista nesses alimentos!

Abandonar o cigarro e maneirar no álcool

Parar de fumar é crucial para prevenir (e favorecer a cura do câncer de mama), da mesma maneira que evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas.
Isso porque, ao abandonar o cigarro, evita-se o tipo mais comum de câncer de mama, segundo a Fundação do Câncer. Ainda de acordo com a matéria, a probabilidade de desenvolver a doença aumenta em até 60% se a pessoa fumar mais de um maço de cigarros por dia por dez anos.

Com relação ao álcool, o INCA (Instituto Nacional de Câncer), diz que as bebidas alcoólicas não devem ser consumidas, pois favorecem o desenvolvimento de vários tipos de câncer, incluindo o de mama.

A explicação seria que e o etanol tem  efeito cancerígeno nas células e, ao chegar ao intestino, pode agir como solvente, propiciando a entrada de outras substâncias cancerígenas para dentro das células.

E então, quais dessas informações sobre o câncer de mama você não conhecia? Comente abaixo! E você que teve alguma experiência ou informação sobre o Outubro Rosa e gostaria de compartilhar, use os comentários abaixo.